LEI SECA

 

 

Não existem parâmetros confiáveis para estipular o tempo de metabolismo do álcool no organismo e que façam burlar a Lei Seca.

A Lei nº 11.705, de 19 de junho de 2008, também chamada de Lei Seca, é conhecida pelo seu rigor no que diz respeito ao consumo de álcool por motoristas.

 

   Ela foi aprovada com o intuito de diminuir os acidentes de trânsito causados por condutores alcoolizados. Além de proibir qualquer consumo de álcool, essa lei também proíbe a venda de bebidas alcoólicas ao longo de rodovias federais.

   Antes da criação da Lei Seca, a ingestão de álcool permitida era de até 6 decigramas por litro de sangue, o que equivale a dois copos de cerveja, por exemplo.

 

   Quando foi sancionada, a Lei permitia 0,1 mg/l de álcool por litro de sangue, mas, atualmente, a tolerância é de 0,05 mg/l. Em relação aos exames de sangue, eles poderiam acusar até 2 decigramas de álcool, mas agora nenhuma quantidade é tolerada.

   Há nove anos em vigor, a Lei foi ficando mais rígida ao logo do tempo, incluindo a atualização do valor da multa e de outras penalidades.

 

   Hoje, o condutor que ingerir qualquer quantidade de bebida alcoólica e for submetido à fiscalização de trânsito está sujeito à multa, considerada gravíssima, no valor de R$ 2.934,70, terá o carro retido ou apreendido se for o caso e a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

 

   Em caso de reincidência, o valor da multa é dobrado e a CNH cassada.

                               NÃO PAGUE ESSA MULTA CARA E NÃO PERCA SEU DIREITO DE DIRIGIR POR 12 MESES;

ESTAMOS AQUI PARA AJUDÁ-LO!

SOMOS MOTIVADOS PELA SUA CONFIANÇA!

SIGA-NOS:

  • Alexandre braddock
  • Facebook ícone social
  • Twitter Clean